Pai é preso por asfixiar e jogar filho do 11º andar de prédio para se vingar de ex-mulher

A Polícia Militar prendeu um homem, acusado de asfixiar e jogar o filho, de 10 anos, do 11° andar de um prédio na rua Indaiá Grande, na zona leste de São Paulo, em junho deste ano.

Conforme informado pela Polícia Militar, o detido é um nigeriano, identificado como Celestine Anyaso, e teria matado o filho para se vingar do fato de a ex-mulher negar reatar o relacionamento.

O suposto assassino e a mãe do garoto mantiveram um relacionamento há quase 11 anos, quando ela engravidou.

Pouco tempo depois, o nigeriano foi preso por tráfico internacional de drogas. Celestine ficou 10 anos preso, sem manter contato com a mulher e filho.

Agora, livre, o homem é considerado como principal suspeito de ter tirado a vida do próprio filho.

Redação 96

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.