Editorial: A Festa da Democracia precisa ser respeitada e preservada

Hoje, 2 de outubro, é um dia de um significado ímpar para todo o Brasil, e para todo o povo brasileiro. Dia de eleição, dia de se escolher democraticamente, os governantes e os legisladores brasileiros pelos próximos quatro anos.

Sendo assim, precisamos exercer o dever e o direito de voto, de acordo com a nossa consciência, respeitando o direito sagrado, do outro também escolher democraticamente e soberanamente, quem ele (a) acha que deve escolher.

De nosso voto depende muitas coisas essenciais para as nossas vidas, das quais precisamos cotidianamente: Saúde, educação, segurança, emprego, economia, assistência social e assim por diante. Portanto vale dizer, que se acertamos nosso voto, nosso estado e o Brasil vão andar pra frente, progredir, melhorando a vida de todo mundo. Se errarmos, será um verdadeiro desastre. Sendo assim precisamos refletir bastante a respeito desta importante questão.

Vale dizer também que os vencedores comemorem suas vitórias (caso elas já aconteçam no 1º turno) respeitando os que não lograram êxito. Da mesma forma os que perderem respeitem o resultado das urnas. Pois perder ou ganhar faz parte do mais bonito regime do planeta terra, a Democracia. Pois quem for eleito será o representante ou os representantes de todos, pelos próximos quatro anos.

Viva a Democracia.